Nenhuma empresa e grande ao acaso

A Sander Empreendimentos sabe o que voce precisa Entenda como

Seja bem vindo a Sander Empreendimentos


Como alavancar as vendas e agradar o seu consumidor

Por: Gledson Santos

O Social Commerce nada mais é do que o e-commerce através do uso das mídias sociais para alavancar vendas, que podem ser sites de compras coletivas, sites de comparação de preços, aplicativos ou redes sociais.


Quando você curte uma página de alguma empresa no Facebook você já está, de alguma maneira, promovendo o produto daquela empresa, que vai usar do número de acessos para promover ainda mais o seu produto. A página, uma vez curtida, vai dispor todas as ofertas, promoções e até links direcionando para lojas virtuais para que, no caso de o usuário não efetuar a compra, pelo menos promova a empresa.


As companhias dão tanta importância que já existem ferramentas, como o Gurulike, que desenvolveram aplicações que relatam quais são os produtos mais curtidos no Facebook e, ainda, fazem comparação de preços dentro da própria página da maior Rede Social, ou seja, além de ordenar as empresas mais populares, também organizam o produto desejado pelo preço mais barato. Tudo isso sem sair da sua página pessoal, - a não ser, é claro, que você vá para a página da empresa ou finalize uma compra.


O Twitter possui outra plataforma mais específica para a venda direta de produtos, em que é possível o comércio entre usuários, ou de empresas para consumidores, tudo sem sair da rede social que mais cresce no Brasil, - até mesmo na hora do pagamento, onde essa plataforma chamada Plustter interage com a PagSeguro, site de pagamento da UOL.


A preocupação com esse novo modelo de compra e venda ou essa nova modalidade de se chegar ao cliente, se deve principalmente pelo alcance e velocidade das informações. Hoje, ninguém mais compra alguma coisa sem fazer uma pesquisa anterior de preços. E as pesquisas que eram feitas pelos nossos pais de loja em loja, hoje são feitas em segundos pela internet.


O comércio on-line cresce continuamente e tende a crescer ainda mais. No Brasil, que possui cerca de 240 milhões de linhas de celulares, agora vive outro boom, que é a troca de milhões de celulares simples que só faziam chamadas por Smartphones, que hoje representam apenas 27% desse total.


O início da implementação da rede de alta velocidade 4G pelas operadoras, a isenção dos impostos de PIS/Cofins para Smartphones produzidos no Brasil fará com que até o final de 2014, metade dos aparelhos do Brasil possuam acesso a internet. E quem tem acesso à internet tem rede social, seja Twitter, Facebook ou outra qualquer. Isso representa mais de 120 milhões de consumidores com potencial de compra através do social commerce.


Outro conceito derivado do Social Commerce é o Unsourcing, que nasceu da própria necessidade dos usuários de receberem respostas rápidas das suas dúvidas, reclamações e pedidos dentro dos 0800 das empresas, que se preocupam muito em vender, mas com um péssimo atendimento de pós- venda.


Unsourcing é uma tendência de criação de comunidades on-line destinado a incentivar o suporte direto entre usuários, e pode-se dar através de um blog, de um fórum criado pela empresa ou pelas redes sociais, como o Facebook ou Twitter.


Comunidades unsourcing permitem aos clientes fazer perguntas sobre os produtos e serviços de alguma empresa e receber respostas por parte de outros usuários que passaram por experiências parecidas. Ultimamente, o unsorcing tem sido apontado como a mídia do futuro do suporte ao cliente, mas como o futuro passa rápido e em matéria de tecnologia nada substitui, nada é para sempre, tenho a visão de que o unsorcing é mais um canal de comunicação empresa x cliente, que, independente do apoio de algumas empresas, já tem funcionado entre grande parte dos consumidores on-line.


São os usuários se ajudando de forma mais rápida que os próprios fabricantes. E, se as empresas apostarem nesse tipo de comunicação e criarem fóruns específicos de compartilhamento de informações de produtos, de uma maneira oficial e com sua marca, sem dúvida irá diminuir a carga de seu CRM e, se souberem aproveitar as inúmeras sugestões dos consumidores, poderão até promover a melhora de seus produtos ou da forma como comunicar-se com seus clientes.


Gledson Santos é engenheiro, Gerente de Negócios na Telefônica Vivo e Especialista em TI e Telecomunicações. Twitter @itclose2u


Qualquer dúvida: Twitter @itclose2u

Dicas Sander Empreendimentos para o seu negocio

Abrir o seu proprio negocio nao e tao dificil quanto dizem. Com planejamento, um mercado estavel e uma prestaçao de serviços de qualidade voce pode ter sucesso

Leia mais

Que tal voce começar a pensar de forma mais abrangente e assim se preparar para abraçar uma fatia do mercado sedenta por produtos e serviços de qualidade?

Leia mais

A maior diferença entre o sucesso e o fracasso no mundo dos negocios esta no preparo interno do aspirante a empresario. Nao se pode estar a frente de um negocio sem estar com a mentalidade de um lider

Leia mais

O capital e o fator essencial para a sobrevida dos primeiros instantes do seu negocio, porque os clientes necessitam de tempo e publicidade para chegar ate voce, entao nao se aventure sem antes ter a certeza de ter capital suficiente para suportar as adversidades iniciais.

Leia mais